Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Chá das cinco

Chá das cinco

25 de Abril

Olá meus amores!

Post novo no ar 

Não podia deixar passar este dia em branco porque é um marco na nossa história e por isso merece todo destaque aqui no blog e no mundo, por isso hoje temos nãouma, mas duas publicações como habitual a outra sai as 17h. Nunca deixes que a liberdade que deram-te seja tirada, tem sempre voz, luta pelos teus ideais, luta pelo que acredita.

Revolução de 25 de Abril, também conhecida como Revolução dos Cravos, refere-se a um evento da história de Portugal resultante do movimento político e social, ocorrido a 25 de Abril de 1974, que depôs o regime ditatorial do Estado Novo, vigente desde 1933,e que iniciou um processo que viria a terminar com a implantação de um regime democrático e com a entrada em vigor da nova Constituição a 25 de Abril de 1976, marcada por forte orientação socialista. Esta acção foi liderada por um movimento militar, o Movimento das Forças Armadas (MFA), composto na sua maior parte por capitães que tinham participado na Guerra Colonial e que tiveram o apoio de oficiais milicianos. Este movimento surgiu por volta de 1973, baseando-se inicialmente em reivindicações corporativistas como a luta pelo prestígio das forças armadas, acabando por atingir o regime político em vigor

download (1).jpg

Dias longos nostalgia 
espelhada em cada rosto português
uma amargura que ainda hoje se vê
nos filhos dos filhos daquele tempo
que na flor da idade
iam para a guerra longe
sem saberem bem para onde 
nem para quê

o horizonte europeu fronteira de Castela
estava bem fechado
ninguém saía nem entrava
pides guardas fiscais carabineiros
cerravam bem fileiras
disparando sobre quaisquer aventureiros
num Portugal amordaçado
sem liberdade nem pão nem educação

país arcaico empobrecido analfabeto
que sem tostão nem ganha pão
clandestinamente emigrava
fugir era o sonho ficar o pesadelo

na nossa própria casa aprisionados
na nossa própria casa condenados
degredo guerra pensamento censurado
um país grande em história 
por décadas adiado

bravo foi o grito que soou 
o sonho que chegou
“25 de Abril de 1974”
o meu país em festa

pontapé na guerra chuto nas masmorras
Portugal livre nas palavras
meu país velhinho a nascer de novo
os cravos eram as flores
a liberdade a esperança nova

Portugal respirava cantava renascia

a Europa aplaudia o mundo ansiava
o colonialismo acabava

hoje evocando aquela data 
só lamento 
o tempo perdido
as vidas ceifadas
a Pátria adiada para nada!

download.jpg

 

 

Gostaram? Espero que sim.

Subscrevam o blogue e comentem.

Beijinho e marcamos encontro no próximo post.

images (1).jpg