Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chá das cinco

Chá das cinco

Os meus dias - Muito trabalho, o meu trabalho

Olá meus amores!

Novo post no ar! 

Quem como eu anda cheia de trabalho? 

trabalho-estresse-felicidade-1216-1400x800.jpg

Porra por mais que o trabalho esteja em dia, há sempre mais alguma coisa por fazer, há sempre alguma coisa para organizar, há sempre uma birra que teima em não acabar, há sempre alguma coisa nova para fazer. Isto de trabalhar com crianças e jovens não é fácil, muito menos ser "mãe".

Existe tarefas que tem que ser mesmo feitas e com qualidade que me é exigida. E agora tenho um novo desafio em mãos, não sei por quanto tempo, mas será feito com muita dedicação, empenho, qualidade e sobretudo servirá de aprendizagem para trabalhos futuros. Não quero falhar aos meus compromissos por isso o meu trabalho vai muito para lá do meu horário.

Podia choramingar por estar cheia de trabalho e por vezes não sentir-me valorizada, mas não fiz tal (quase) nunca faço. Podia dramatizar por vezes parecer que me sinto perdida, mas não o faço. Porquê? Porque o tempo que perdemos a reclamar e dramatizar que temos muito trabalho podia ser usado para fazer esse mesmo trabalho. É essa a minha regra de ouro. É por esse princípio que me rejo. Tento sempre o lado positivo da coisa e ter esse dia como mais um dia de aprendizagem. Na vida e no trabalho as coisas têm mesmo que ser assim. Levarmos todo de forma positiva e não dramatizar.

Posso ter 1001 coisas para fazer, mas nunca estou ocupada para ninguém, estou sempre disponível para os meus colegas. Gosto de trabalhar em equipa, gosto de sentir-me útil, gosto de ajudar os outros, mas claro que gosto que os outros reconheçam isso.

Se sou melhor ou pior que qualquer outro colega meu? Não sei. Não faço ideia. Não me cabe a mim, analisar isso. Mas por vezes chateia-me um pouco que existem colegas que passam mais tempo a queixarem-se do trabalho que têm, do que a fazer o trabalho em si, tudo é uma questão de organização. Sei que por vezes não é fácil porque trabalhamos com pessoas e para as pessoas. Mas se tivermos uma boa equipa ou nosso redor e que esteja disposta a trabalhar unidos e para o mesmo lado sem se preocupar que a sua carreira esteja em causa ou que esta acima de algum colega tudo será mais fácil e o trabalho correrá muito melhor.

Apesar de as vezes sentir-me frustrada por não ter oportunidade na minha área de estudo e quer fazer outro tipo de trabalho mas dinâmico e envolver-me em projectos (afinal foi para isso que andei tantos anos a estudar, mas enfim é o nosso país), no geral até gosto, mas não quero admitir, porque se as coisas correrem para o torto, pelo menos o coração não sofre tanto que já vai preparado. Eu sei para quem tenta ver positivismo em tudo, estou aparecer pessimista esta filosofia pode dar cabelo branco e criar ruguinha na testa, mas pelo menos não alimenta ilusões exageradas, vivo o dia-a-dia para alcançar o sonho, acredito que ainda vou ter a minha oportunidade no mundo de trabalho como Educadora Social, ainda vou ter a minha oportunidade de mudar o mundo com pequenos gestos, com trabalho.

Mas para ser sincera ainda não desisti de conseguir um lugar como Educadora Social ( " a nós que ensinamos o amor no meio do caos ") e por isso que luto todos os dias quando me levanto para ir trbalho e bem lá no fundo é isso que faço quando trabalho com as crianças e jovens onde estou.

Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida...

10460491_370549796478698_6506200401824228753_n.jpg

O meu mundo! Coisas boas acontecem...

Gostaram? Espero que sim. 

E vocês como é o vosso trabalho? Gostam do que fazem?

Subscrevam o blogue e comentem.

Beijinho e marcamos encontro na próxima publicação.

images (1).jpg

 

4 comentários

Comentar post