Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Chá das cinco

Chá das cinco

Os meus dias - O futuro

Olá meus amores!

Novo post no ar!

download.jpg

Cá vai um pouco mais de mim, hoje trago-vos uma tag sobre o futuro, prometo responder com a maior sinceridade do mundo. O futuro por vezes é incerto, mas é sempre bom teremos uma perspectiva e reflectir sobre o assunto.

Escrever aqui para vocês, partilhar o meu mundo, os meus dias ajuda-me a perceber um pouco melhor quem sou, como me sinto, como tenho mudado como pessoa (isso não é falsidade, é mesmo maturidade para reconhecer várias coisas da nossa vida, como por exemplo perdoar) e sobretudo crescido o que é muito bom. Curiosos? Então cá vamos as 9 perguntas.

Pense que seus sonhos já estão lá no futuro e só é preciso atravessar alguns obstáculos para chegar até eles.

20160802_213159.jpg

1. Como te vês daqui a 10 anos?

   Daqui a 10 anos? Uma pergunta bastante difícil de responder, mas tenho uma ideia. Nesta altura já terei 38 anos, quase nos famosos 40 anos, espero já ter alcançado muito do que tenho planeado... Espero estar numa situação estável quer a nível financeiro, profissional e claro familiar. Espero conseguir comprar o carro dos meus sonhos (BMW), espero conseguir comprar a minha própria casa. Espero estar a trabalhar como Educadora Social e ter feito alguma diferença na vida de muitas pessoas e no mundo social. Espero já me conhecer muito melhor do que me conheço actualmente. Espero poder viajar muito, conhecer novos países, novas culturas, novas pessoas ou novos horizontes. Espero que este blog já tenha evoluindo muito, espero trazer-vos novos conteúdos e muitas aventuras.

 

2. Achas que terás os mesmos amigos daqui a 10 anos?

  Certamente sim. A vida é uma caixinha de surpresas e esta sempre a dar muitas voltas. Sei que existe pessoas que me acompanharão para o resto da vida e mesmo que estejamos distantes porque moramos em países diferentes, vamos estar sempre perto do coração. Vai ser interessante ir podendo encaixar as pessoas que vou conhecendo nesta viagem de "comboio" que vamos fazendo.

A vida não é mais do que uma viagem de comboio:
Repleto de embarques e desembarques, salpicado por acidentes, surpresas agradáveis em algumas estações e profundas tristezas noutras.
Ao nascer, subimos para o comboio e encontramos-nos com algumas pessoas que acreditamos que estarão sempre connosco nesta viagem: os nossos PAIS.
Lamentavelmente, a verdade é outra.
Eles sairão em alguma estação, deixando-nos órfãos do seu carinho, amizade e da sua companhia insubstituível.
Apesar disto, nada impede que entrem outras pessoas que serão muito especiais para nós.
Chegam os nossos irmãos, amigos e esses maravilhosos amores.
De entre as pessoas que apanham este comboio, também haverá quem o faça como um simples passeio.
Outros, só encontrarão tristeza nessa viagem…
E outros também, que circulando pelo comboio, estarão sempre prontos para ajudar quem precisa.
Muitos, quando descem do comboio, deixam uma permanente saudade…
Outros passam tão despercebidos que nem reparamos que desocuparam o lugar.
Às vezes, é curioso constatar que alguns passageiros, que nos são muito queridos, se instalam noutras carruagens, diferentes da nossa.
Assim, temos de fazer o trajecto separados deles.
Mas, nada nos impede que, durante a viagem, percorramos a nossa carruagem com alguma dificuldade e cheguemos até eles…
Mas, lamentavelmente, já não nos poderemos sentar ao seu lado, pois estará outra pessoa a ocupar o lugar.
Não importa. A viagem faz-se deste modo: cheio de desafios, sonhos, fantasias, esperas e despedidas… mas nunca de retornos.
Então, façamos esta viagem da melhor maneira possível…
Tratemos de nos relacionar bem com todos os passageiros, procurando em cada um, o melhor deles.
Recordemos sempre que em algum ponto do trajecto, eles poderão hesitar ou vacilar e, provavelmente, vamos precisar de os entender…
Como nós também vacilamos muitas vezes, sempre haverá alguém que nos compreenda.
No fim, o grande mistério é que nunca saberemos em que estação vamos sair, nem, muito menos, onde sairão os nossos companheiros, nem sequer, aquele que está sentado ao nosso lado.
Fico a pensar se, quando sair do comboio, sentirei nostalgia…
Acredito que sim.
Separar-me de alguns amigos com quem fiz a viagem, será doloroso.
Deixar que os meus filhos sigam sozinhos, será muito triste.
Mas agarro-me à esperança que, em algum momento, chegarei à estação principal e terei a grande emoção de vê-los chegar com uma bagagem que não tinham quando embarcaram.
O que me fará feliz, será pensar que colaborei para que a sua bagagem crescesse e se tornasse valiosa.
Meu amigo, façamos com que a nossa estadia neste comboio seja tranquila e que tenha valido a pena.
Esforcemo-nos para que, quando chegue o momento de desembarcar, o nosso lugar vazio deixe saudades e umas lindas recordações para todos os que continuam a viagem.
Para ti, que és parte do meu comboio, desejo-te uma…
… Viagem Feliz…

Eastern-and-Oriental-Express-Singapura-Tailandia73

3. Vês-te casada e com filhos?

    Eu já praticamente casada, vivo em união de facto com o meu namorado já dois anos e que aventura que tem sido. Se daqui a 10 anos vamos estar juntos? Espero bem que sim, mas como já referi a vida é uma viagem e uma caixinha de surpresas. Para já sou feliz assim só com o meu namorado e na família que para já temos. Enquanto a estar grávida, não me vejo, não tenho essa vontade. Mas penso em adoptar. Eu já me considero mãe dos meus meninos e meninas, afinal dou-lhes colo, amor, educação, castigos, ferramentas para serem alguém no futuro e terem uma vida com precipícios. Sou muito orgulhosa nas minhas crianças. Isso não é ser mãe? Mãe não é quem dá a luz, mas sim quem dá amor. Eu sinto-me muito mãe.

Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove. E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida...

received_1190548414353523.jpeg

4. Qual o teu maior medo?   

     O meu maior medo é não me sentir realizada e frustrada. Quero muito trabalhar como Educadora Social. Preocupa-me imenso com a minha realização pessoal e não há nada que me deixe mais feliz do que chegar ao fim de um dia e sentir que fiz imenso e fiz de tudo para alcançar os meus objectivos quer pessoais e profissionais.


5. Que diferença gostarias de fazer no mundo?
     Como já referi acima quero deixar a minha marca no mundo social, quando falo no mundo social não é aquele de elite mas sim naquele que faz a diferença na vida das pessoas, pessoas que precisam de ajuda para encontrar os seus caminhos, que precisam traçar projectos de vida para ter uma vida com dignidade, para serem alguém, que precisam de um empurrão para viver na sociedade sem o preconceito das outras pessoas. Quero sentir que influenciei positivamente uma pessoa, já sei que estarei a fazer a diferença que gostaria de fazer. Quero sentir que marquei o mundo com a minha história de vida, para quem não conhece pode ver aqui. E espero ainda com este blog fazer a diferença na vida de muitas de vocês porque o que aqui trago é de uma pessoa real para pessoas reais que não vivem só do mundo "cor de rosa da Internet", que tem sentimentos, angustias, tristezas, aqui só quero trazer o que é verdadeiro.

35350373_1783230681712464_1353373267603226624_n.jp

 

6. O que queres mudar em ti mesma num futuro próximo?
     Quero ter mais paciência sem dúvida alguma, só uma pessoa com muito pouca paciência.

7. Que viagem gostarias de fazer nos próximos anos?

    Eu gostaria de viajar por vários sítios, se houver dinheiro claro. Gostaria de ir ao Brasil porque desde de pequena sonho em passear pelas praias e passear pelo Rio de Janeiro, Índia, Indonésia, Paris, Londres e Nova Iorque para sentir a sua cultura, animação na rua, Marrocos, pelas cores, pelo ambiente, pelas histórias, Alemanha por toda a história da guerra mundial e pelo peso que tem na humanidade, Grécia, eu gostava mesmo de viajar por todos os países do mundo. Quero conhecer o máximo possível!

 8. Quais as coisas que mais gostarias de aprender?

     Inglês, para poder viajar pelo mundo a vontade e falar com outras pessoas.


9. O que fazes no presente para realizar tudo o que desejas no futuro?
    Eu sou uma lutadora desde que me conheço como pessoa e por isso trabalho muito para alcançar os meus sonhos e os meus objectivos. Não sou pessoa de cruzar os braços perante os meus objectivos. Sempre lutei sozinha por tudo e nunca foi preciso ser empurrada até a meta final, eu sei que lá no final esta o que eu quero e preciso, com determinação e motivação vou alcançar esse sonho ou objectivo. Gosto de sentir realizada quando risco mais um objectivo atingido da minha lista.

 Cada sonho que você deixa para trás, é um pedaço do seu futuro que deixa de existir. (Steve Jobs)

download (2).jpg

O meu mundo! Coisas boas acontecem...

E tu como vês o teu futuro? O que esperas dele?

Subscrevam o blogue e comentem.

Beijinho e marcamos encontro na próxima publicação.

images (1).jpg

3 comentários

Comentar post